Fundado
em
18/01/2006

Estamos de Volta !!
30/12/2009

     


 NOTÍCIAS
 

 
Em 10.10.17
Sampaoli define missão: "Se estivermos à altura de Messi, vai sair tudo bem"

 

Futebol Sertanejo

Com Reportagem Especial: GloboEsporte.com

 

Jorge Sampaoli tem a estratégia perfeita para levara a Argentina à Copa do Mundo: fazer com que todo o time esteja no mesmo nível de Messi. Parece uma obviedade rasa, mas o técnico assim enxerga a situação de sua equipe, na véspera do confronto decisivo com o Equador, pela última rodada das eliminatórias. Os argentinos precisam de uma vitória para garantir, ao menos, uma vaga na repescagem. Depois de três empates frustrantes, Sampaoli espera que o restante da equipe acompanhe seu camisa 10 para garantir o resultado.

– A figura de Leo nesta situação vai ser muito importante. Nos dá um parâmetro para resolver. Nessas três partidas, pude dirigir um Messi incrível. Comprometido, pressionando e dando assistências. Se nós estivermos à altura de Messi, a partida vai sair muito bem – analisou, em entrevista coletiva na noite desta segunda-feira, em Guayaquil.

O técnico reconhece que não há mais espaços para testes e ensaios para chegar ao seu estilo de jogo. Em suas duas primeiras partidas pelas eliminatórias, Sampaoli abdicou de um esquema pragmático para impor suas ideias ao time. Os resultados não vieram. Mas agora são necessários. E o treinador admite: estará satisfeito em qualquer circunstância, desde que seja com um triunfo.

– Para mim, o mais importante é o resultado. Sei que se vai chegar a esse resultado com uma forma definida em haja a chance. Vou ficar feliz se a equipe ganha uma partida mesmo que não mereça porque já perdemos pontos que merecíamos. Creio que os argumentos da equipe estão muito relacionados com o que sinto.

Sob a ameaça de ver a Argentina fora da Copa do Mundo apenas pela segunda vez após a disputa de eliminatórias, o comandante da Albiceleste luta contra a ansiedade. A falta de gols da equipe nas últimas partidas, segundo ele, é sinal da tensão vivida com a possibilidade de não classificação ao Mundial.

– O grande impedimento que temos hoje está vinculado com o desejo desmedido dos jogadores de ir ao Mundial. O temos tão incorporado que isso joga contra. Se não pensarem tanto, haveria tranquilidade e paciência para ser quem somos. Estamos falando muito para que toda a aplicação que têm até o último terço em que se geram tantas chances tenham a clareza e confiança.

O treinador não confirmou o time e diz ter dúvidas. A seleção fez seu último treino na noite desta segunda, no estádio George Capwell, em Guayaquil, a portas fechadas. Segundo o "Olé", Sampaoli mudará o esquema mais uma vez. Adotará o 3-4-2-1, com Romero; Mercado, Fazio e Otamendi; Rigoni, Biglia Mascherano e Di María; Messi e Papu Gómez; Benedetto. A Argentina está em Guayaquil, no litoral equatoriano, embarca para Quito, local do jogo, nesta terça-feira, às 12h15 (horário de Brasília).

Com 25 pontos, a Argentina tem o trunfo do confronto entre Peru e Colômbia na última rodada. A Colômbia é a quarta, com 26 pontos, e o Peru tem 25, em quinto. Caso vençam, os argentinos garantem, ao menos, a repescagem. Os critérios de desempate são, em ordem: saldo de gols, gols marcados e confronto direto.

No momento, os peruanos estão à frente dos argentinos no número de gols. Ambos estão empatados no saldo. A partida contra o Equador será no Olímpico Atahualpa e terá transmissão do SporTV e acompanhamento em Tempo Real no GloboEsporte.com. Todos os jogos serão às 20h30 (de Brasília).

 

 


© Copyright 2006/2013 (fxguedes)Redator: Francisco Sales · Tel: 55 83 8732-3639